Coaching de Emagrecimento Dra Danielle Vila

O que está por trás da compulsão alimentar?

Muitas pessoas sofrem com a compulsão alimentar e não sabem. E muitas pessoas também não se dão conta que estes episódios têm fundo emocional. Neste artigo, nós vamos te ajudar a saber e se preparar para enfrentar este mal que acomete a maioria das pessoas que não conseguem emagrecer. Veja!

O que é a compulsão alimentar

compulsão alimentar é psicológico coaching de emagrecimento

Para começar, precisamos mostrar o que é e como ocorrem os episódios de compulsão alimentar.

Quando estamos com fome, comemos o que tem, o que precisamos comer. Exemplo, na hora do almoço, comemos basicamente arroz, feijão, uma salada e uma carne. Quando estamos em um episódio de compulsão alimentar, comemos tudo, aleatoriamente. Chocolate, biscoito, pipoca, a carne gelada da geladeira, o resto do hambúrguer de ontem e não ficamos satisfeitos.

Isso acontece por que existe uma diferenciação que, neste momento, nosso cérebro não consegue fazer. Que é entender a diferença entre fome física e a fome emocional.

Fome física

Tem sintomas físicos, no estômago, seguido de fraqueza e dor de cabeça.

Fome emocional

Salivação excessiva, pensamento recorrente de desejo de comer, ansiedade.

A nutrição corporal x compulsão alimentar

Nosso corpo, precisa de energia para funcionar corretamente, essa energia pode ser contada em calorias.

A quantidade de calorias da sua dieta, diz respeito à quantidade de energia que seu corpo gasta para se manter funcionando bem.

Se a sua rotina é sedentária, você necessita de poucas calorias para se manter vivo, cerca de 500 kcal. Tendo que a base comum da dieta do brasileiro é de 2.000 a 3.000 kcal. O saldo sempre é o sobrepeso ou até mesmo a obesidade.

Por isso é tão importante manter seu corpo em movimento. Pois quanto mais movimento e quanto mais músculos você tiver, mais energia seu corpo vai gastar, mais calorias você poderá consumir.

Para quem está tentando emagrecer e reduz drasticamente a quantidade de calorias que seu corpo está acostumado a ingerir, apenas um episódio de compulsão alimentar diária, pode adicionar calorias que coloquem a perder, todo seu esforço.

Desta forma, tão importante quanto os exercícios e a dieta, é tratar a compulsão alimentar, juntamente com o processo de emagrecimento. E por isso também, é tão importante que a dieta seja inserida na sua rotina, de forma gradativa, progressiva e continuada. Pois dessa maneira, os riscos e as chances de você desistir, reduzem significativamente.

A compulsão alimentar pode ser causada por diversos fatores. Tais como ansiedade, disfunções hormonais, depressão, crenças raízes não resolvidas, mas sempre, sempre tem fundo emocional e psicossomático.

Então, busque ajuda, se você não está conseguindo emagrecer sozinha, não desista de si mesma, busque tratar do seu interior, que assim, o seu exterior vai mudar, com toda certeza.

 

Sobre o autor | Website

Sou médica com pós-graduação em Nutrologia . Realiza atendimento clínico na área nutricional com ênfase em programas alimentares destinados à educação nutricional em todas as fases da vida e orientação nutricional para atletas, pessoas com doenças metabólicas e interessados em obter uma vida saudável.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. wallace silva disse:

    Sofro com essa compunção alimentar, essas informações me ajudaram muito.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.